"o que espero"

A decisão de "ir ao psicólogo" pode ter duas motivações - sentir mal-estar psíquico ou querer conhecer-se em maior profundidade. Digamos que quem recorre a um psicoterapêuta para iniciar uma psicoterapia psicanalítica, à partida tem uma ideia do percurso que vai seguir. 

O cliente/paciente que se encontra com mal-estar psicológico e que pede ajuda, deseja sentir-se melhor. À partida é só isso que espera. No entanto, será por via deste processo de construção de um melhor entendimento de si-mesmo que levará a que a sintomatologia regrida ou cesse. Assim, o método utilizado para proporcionar o bem-estar psíquico é exactamente o mesmo utilizado no caso de quem inicia o seu processo psicoterapêutico em busca de mais conhecimento pessoal.

O mal-estar psíquico advém de conflitos internos inconscientes. Um conhecimento mais vasto do próprio permite aclarar tais dinâmicas de forma a que estas deixem de causar desconforto.